404 Mato Grosso entra para o roteiro brasileiro de resorts | Malai Manso Resort

Quarta-Feira, 19 de Outubro de 2016, 16h:42

Mato Grosso entra para o roteiro brasileiro de resorts

Por: Assessoria

Rui Matos

Evento Clube Feijao

Clube do Feijão Amigo

 

Moldurado de um lado por morros e, de outro, por um imponente lago, o Malai Manso Resort Iate Golf Convention & SPA entrou definitivamente na rota dos resorts internacionais. Quem atesta é Michel Tuma Ness, presidente da Federação Nacional do Turismo (Fenactur). Segundo ele, em poucos lugares do Planeta se tem um espaço erguido com a exuberância de um palácio indiano em uma área de 117 hectares, margeada pelo majestoso bioma Cerrado e refrescado por um lago de quase 10 mil quilômetros quadrados. “O Malai Manso é único, posso garantir”, completou.

Ele veio a Mato Grosso como anfitrião da 43ª Convenção Nacional da Fenactur, ocorrida no último final de semana (16 e 17), no Malai Manso Resort Iate Golf Convention & SPA, com a chancela do Sindicato das Empresas de Turismo de Mato Grosso (Sindetur-MT) e do Clube do Feijão Amigo. “Conhecedor das potencialidades turísticas do Estado, eu já imaginava que o hotel seria bem mais do que um pedaço do paraíso”, analisou Michel.

Silvana Andrade é presidente do Sindicato das Empresas de Turismo de Pernambuco (Sindetur-PE) e também se encantou com o espaço que agrega diversos restaurantes, SPA, piscinas com lâmina d’água de três mil metros quadrados, quadras de tênis e poliesportiva, campo oficial de futebol e futebol society. “Aqui tudo é exuberante, desde a arquitetura do prédio principal, que mistura o antigo e o moderno; ao charme da Vila Malai, com dezenas de bangalôs à beira do lago nos estilos Boutique, Samoa e Bora Bora”, definiu. Para Silvana, Malai passou a ser sinônimo de convenções, congressos e, sobretudo, do turismo familiar no Brasil.

Elizia Lopes, presidente do Sindetur-PB, avalia que o turismo de negócios estabeleceu um novo marco. Na opinião dela, vai se dividir entre o antes e o depois do Malai. “Isso prova que o turismo não se faz apenas de praia e mar. Se faz também de cerrado, lago e desse conforto glamouroso em meio à natureza”, esclareceu, enquanto bando de araras e grupos de capivaras e emas rondavam os arredores. “Tudo aqui parece cinematográfico”, concluiu Elizia.

O que mais chamou atenção de Ivone Rosa, presidente do Sindetur-GO, foi a aposta na cozinha de alto padrão como marca registrada. “A cozinha do Malai se equipara aos melhores menus que já experimentei pelo Brasil e pelo Mundo”, observou. O diretor executivo do empreendimento, João Francisco Rodrigues, destaca que os três espaços do restaurante é para agradar a paladares que buscam tanto os pratos tradicionais e regionais, quanto aos exóticos sabores oferecidos pelo Mediterrâneo e Ásia, principalmente. “O hóspede vai experimentar sabores inusitados, como o de 20 variedades de pães, por exemplo”.

João Francisco observa que o Malai tem capacidade para receber, simultaneamente, 1.200 pessoas. “Temos 600 leitos, entre apartamentos e bangalôs, além de um centro de convenção com capacidade para 500 pessoas”. E como não é só de boa comida que o Malai atrai hóspede, o hotel oferece um pier para atracar embarcações. Se o visitante preferir, pode se chegar também de helicóptero, ou jato executivo e pousar numa pista de 1.200 metros homologada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para pouso e decolagem diurno. “Chegar de carro já é um prazer, numa rodovia bem sinalizada de cerca de 100 quilômetros de Cuiabá até aqui”, falou com empolgação João Francisco.

TURISMO DE OPORTUNIDADES

Oferecer o almoço deste sábado (17) pelo Clube do Feijão Amigo foi, para o presidente do Sindetur-MT, Oiran Gutierrez, uma demonstração de que a sociedade quer conhecer o Malai. Cerca de 400 pessoas apreciaram o tradicional buffet brasileiro com feijão, arroz, bife, batata frita, ovos, saladas, doces e bebidas. “Esse cardápio é sucesso há 35 anos, desde que Michel Tuma Ness criou o Clube. O Malai é também um pouco dessa simplicidade culinária e vai atrair o turismo de negócios de grande porte e até pequenos grupos que buscam um espaço adequado para convenções de profissionais liberais”, disse Oiran.

De acordo com João Francisco Rodrigues, todo o trade turístico de Mato Grosso ganha com o Malai. É que, além de inserir o estado no cenário nacional e internacional, até dezembro, quando o resort estará operando na sua totalidade, empregará diretamente 400 pessoas, o que representa, de acordo com o empreendimento, quase 2.000 mil empregos indiretos. 

Oiran Gutierrez também vê muitas oportunidades nesse cenário otimista. “O Malai já começou a movimentar uma série de segmentos e o Conselho Estadual de Turismo, que será empossado em breve, pretende agregar valor a essa iniciativa”.  

Muito empolgado estava o prefeito do vizinho município de Nobres, Gilmar Sebastião. “Nosso município trabalha em parceria com o Malai, já que temos encantos naturais para oferecer aos seus hóspedes”. Ele se referiu às lagoas azuis cheias de piraputangas para mergulhos, cachoeiras e trilhas que levam a ninhais de araras camuflados entre buritizais. Cenário de contemplação inesquecível. Tudo isso está há cerca de 40 quilômetros do hotel.

Na direção oposta, há também a cidade de Chapada dos Guimarães, com seu charme interiorano e suas cachoeiras geladas. “Além da rota tradicional pela rodovia Emanuel Pinheiro, logo o turista que visitar o Malai poderá chegar à Chapada também por um roteiro exótico e cerca de quarenta por cento mais curto. O primeiro trecho ele fará de barco, saindo do hotel até um ponto do lago. Daí por diante, seguirá de carro por via asfaltada até a comunidade de água fria e, depois, até Chapada dos Guimarães”, adiantou Luiz Carlos Nigro, secretário-adjunto de Estado de Turismo.

ESTÍMULO AO DESENVOLVIMENTO

Pedro Jacyr Bongiolo é um dos investidores do Malai Manso Resort Iate Golf Convention & SPA e vê com otimismo o futuro do empreendimento. “Desbravamos esse cerrado com um projeto ousado para o Centro-Oeste justamente por acreditarmos em Mato Grosso. O estado é o principal polo do agronegócio brasileiro e deverá ser também uma nova estrela no turismo regional. Até dezembro, vamos operar com cem por cento da nossa capacidade e vamos mostrar ao País que nosso estado tem muito mais a oferecer”, sentenciou Bongiolo.

HOMENAGENS

Durante o tradicional almoço anual do Clube do Feijão Amigo, a Fenactur homenageou personalidades que contribuiram para o desenvolvimento do turismo em Mato Grosso, entre eles o Governador Pedro Taques; ministro da Agricultura, Blairo Maggi; Pedro Jacyr Bongiolo; Oiran Gutierrez e João Francisco Rodrigues.

 

VEJA O VÍDEO DO EVENTO:

 

Malai Manso Resort Iate Golf Convention & Spa

RESERVAS

+55 (65) 2193-9999